Aumenta número de mortes por tuberculose em Rondônia, segundo Agevisa

sergio 5 de outubro de 2017 0

Aumentou o número de mortes em 2017 por causa da tuberculose em Rondônia. Esse ano foram cinco óbitos, dois a mais que os registrados na mesma época do ano passado entre janeiro a setembro. Ao todo, este ano já foram notificados 553 casos da doença no Estado, segundo a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa).

Em todo o ano de 2016, 10 casos de óbito por tuberculose foram registrados, entretanto, de janeiro a setembro eram apenas três óbitos. “E esse ano já temos cinco no mesmo período. Temos receio, porque pode haver aumento de mortes até o fim do ano e ultrapassar 2016”, disse a coordenadora estadual de controle da tuberculose da Agevisa Nilda de Oliveira Barros.

De acordo com a coordenadora, a maior concentração de casos é em Porto Velho, com 348 notificações. Conforme a Agevisa, em 2016 foram registrados ao todo em Rondônia 802 casos de tuberculose, e 126 pessoas abandonaram o tratamento.

Mesmo com o tratamento gratuito e disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS), muitos pacientes abandonam pela metade, o que torna o tratamento ineficaz. “Este ano 19 pessoas já abandonaram o tratamento, e essa é a a nossa maior preocupação, pois quem abandona volta a transmitir a doença e com isso as notificações aumentam e fica difícil o controle”, explicou Nilda.

“O tratamento pode ser realizado em Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o estado, com duração de seis meses e os remédios são gratuitos, os profissionais realizam ainda a coleta de exame para monitorar a doença enquanto o paciente está se tratando”, finalizou Nilda.

Fonte: G1